levitra controindicazioni viagra rosa kamagra 100 mg pillole levitra generico prezzo kamagra forum cialis lilly prezzo nuovo cialis
SLE
Banner BI nova logo Institucional banner 02 banner 03
8 6 2 1
jQuery Slider Image by WOWSlider.com v1.9

Flybe não fica convencida pelos benefícios do SAP HANA, opta por QlikView - 06/05/2013

Derek du Preez / Computerworld UK/ Publicado em 18 de abril de 13, 06:00 GMT

 

 A companhia aérea europeia Flybe não ficou convencida dos benefícios do HANA, a ferramenta de análise de dados in-memory da SAP, e optou por adotar a plataforma QlikView Business Discovery em seu gerenciamento de receitas e análise de dados de negócio.

 
Quinton Davies, gerente de inteligência empresarial da Flybe, disse à Computerworld UK que a ferramenta in-memory da SAP era cara demais e que seu desempenho não estava à altura do padrão exigido pela companhia aérea em curtíssimo prazo.
 
A Flybe começou a buscar uma nova ferramenta de análise de dados dois anos atrás, na mesma época que a SAP estava lançando o HANA e recrutando empresas para disseminar informações sobre seus benefícios. Na época, a Flybe usava o Business Objects da SAP para realizar análise de dados, mas a empresa decidiu que o aplicativo não oferecia o nível de detalhes exigido ou na velocidade necessária.
 
"O Business Objects é muito bom para analistas que querem criar relatórios customizados, mas também é preciso um certo nível de habilidade nesse caso. Ele também é muito bom para distribuir relatórios pré-prontos. Entretanto, tínhamos muito trabalho para oferecer análise de dados em tempo real às equipes, para ajudá-las a entender o que estava acontecendo em tempo real", Davies explica.
 
"Passamos bastante tempo criando conjuntos de dados agregados, precisando ter ideias mirabolantes com nossos bancos de dados Oracle. E, obviamente, depois que criamos essas visualizações, os analistas queriam mais".
 
"Para tanto, seria necessário um trabalho muito grande, então começamos a procurar uma resposta no mercado", ele completa. "Fomos abordados pela SAP e pela Aviation Analytics, os consultores que afinal nos venderam a plataforma QlikView".
 
Davies explica que ele deu duas semanas à SAP e à Avaliation Analytics para mostrar o que poderia ser feito com o HANA e o Qlikview e a que custo. O QlikView acabou vencendo a competição.
 
"Temos uma ótima relação com a SAP e, na época, me disseram que o HANA seria a resposta. Contudo, no final, até eles tiveram que aceitar o QlikView e admitir que ainda não podiam competir no mesmo nível", ele afirma. 
 
"Entretanto, a Aviation Analytics conseguiu reunir tudo com rapidez e era exatamente o que estávamos procurando. Tentamos fazer com que enfrentassem todos os problemas possíveis, e eles usaram a ferramenta para mostrar que não havia problema nenhum".
 
"O HANA também tem um investimento inicial enorme, próximo de cinco vezes o custo do QlikView. O QlikView também custa um décimo em termos de desenvolver nossas próprias ferramentas internamente", ele explica.
 
A Flybe passou duas semanas implementando uma versão funcional da plataforma QlikView antes de chamar a Aviation Analystics para passar três dias treinando a equipe no uso correto da ferramenta. A seguir, a empresa passou as próximas seis semanas estabelecendo a versão de produção completa ainda em uso.
 
"Nosso maior desafio foi convencer o setor de negócios, tivemos muito trabalho nessa área. Mas estávamos fazendo uma prova de conceito e convencendo a QlikView nisso para conseguir aceitação. Deu certo: em seis semanas, entregamos uma solução. Durante os próximos seis meses, aprimoramos o resultado. Sempre que nos pediam visualizações customizadas, conseguíamos criá-las na mesma semana. O setor reconheceu o processo de desenvolvimento rápido", Davies explica.
 
Desde que implementou a plataforma QlikView, a Flybe conseguiu reduzir seus custos com combustível e gerenciar melhor o modo como os pilotos guiam as aeronaves. O combustível é um custo enorme para as companhias aéreas e pequenas variações no preço podem ter um impacto forte nos lucros.
 
"A eficiência de voo foi um ótimo exemplo. Queríamos analisar os custos de combustível e o modo como voávamos nossos aviões. Basicamente, tínhamos muitos relatórios pré-prontos que eram enviados à administração, mas então eles precisavam analisar todas as informações e tentar descobrir tudo sozinhos", Davies conta.
 
"Em duas semanas, conseguimos criar um painel que complementava esses relatórios pré-prontos. Agora é um aplicativo bastante maduro, que usamos e diversas maneiras diferentes para influenciar o comportamento dos pilotos e ver onde estão nossos custos de combustível".


ver mais

endereço

Avenida Fernando Ferrari, 1080 
Salas 304/305/306 
América Centro Empresarial
Mata da Praia, Vitória/ES
CEP 29066-380


 

  • | Vitória 55 27 3357-3457
  • | Belo Horizonte 55 31 3555-3588
  • | Rio de Janeiro 55 21 2588-8180
  • | São Paulo 55 11 3443-7789